Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Paz como um rio


Chaves, ponte romana de Trajano, séc. II d.C., sobre o rio Tâmega.
Esta ponte tinha dezoito arcos sobre o rio, actualmente tem nove. Os restantes foram soterrados sob as construções marginais, o que significa que, ao longo de séculos, se foi roubando leito ao rio e estreitando as margens. A última grande transformação do género data do séc. XIX, quando também se alargou o tabuleiro e se colocaram guardas de ferro, sendo as originais de pedra.
Os engenheiros romanos fizeram grandes obras, e duradouras.

3 comentários:

Ego ipse disse...

É sempre bom recordar a cidade de Chaves, (onde vivi 4 anos) As obras dos Romanos são duradoradouras porque mto bem cimentadas com os materiais adequados... Assim como a nossa fé em Deus se crescer com os fundamentos e materiais apropriados

rui miguel duarte disse...

Obrigado pela visita. Estou em Chaves desde Setembro, como professor, e espero que até Julho, pois caso-me nesa altura e conto emigrar.
Tentei aceder ao teu blog mas dá erro, diz que não foi encontrado…
Um abraço

Vitor Mota disse...

Ao contrário, os nossos engenheiros actuais (quase) só fazem obras pequenas e caras!