Ocorreu um erro neste dispositivo

quinta-feira, fevereiro 09, 2006

Manias & cias.

Recebi do Vítor Mota, das Exegeses e homilias, o desafio que ele, por sua vez, recebera, de publicar as minhas manias. Está a criar-se uma cadeia em torno do tema. Pois bem, cá vão algumas de que me lembro, e que são muito minhas:
1. Dormir só com cuecas ou boxer, em qualquer estação do ano. Com efeito, a única coisa que tolero sobre o corpo é mesmo o lençol, a que acresce, no Outono e Inverno, cobertor e edredon. Houve tempos em que dormia nu, mas passei a cobrir as partes pudendas por motivos de higiene.
2. Em Chaves, à noite, neste Inverno, vou com frequência ao carro, estacionado no quintal, ver se já sobre ele se forma geada e se está frio. Quando assim é, regojozi-me por viver numa região em que o Inverno é mesmo Inverno e por, graças a Deus, estar quentinho dentro de casa. Fico desiludido e solto um grande "Ooohhhh!!!!" quando não geia.
3. A conduzir, verifico sistematicamente o registo dos quilómetros feitos desde o último abastecimento, procurando tirar a média de consumo.
4. Frequentar quase obessivamente os mesmos versículos bíblicos, em momentos de necessidade ou inquietação.
5. Tomar um copo de kefir em jejum.
6. Ir às caldas de Chaves encher três garrafas de 1,5 l de água mineral saborosíssima a 70º C para consumo doméstico. Toda esta região é de águas minerais e termais (Chaves, Vidago, também no concelho de Chaves; Pedras Salgadas, no concelho de VIla Pouca de Aguiar; Carvalhelhos, em Boticas).
7. Comprar no Minipreço umas bolachas digestivas revestidas de chocolate que sabem a maná (salvo seja), e que devoro com sofreguidão!
8. Queijos… queijos… o meu fiel amigo, o meu bacalhau: camembert, roquefort, edam, serra, azeitão, de Castelo Branco picante, brie, alentejano, de cabra, para barrar, a meio da manhã, como sobremesa ao almoço ou jantar…
9. Aaahhhnnn… Se me lembrar de outra, ou se outra entretanto inventar, publicá-la-ei.

Próximos na cadeia, a quem endereço o desafio: Through the window, My precious things

8 comentários:

Vitor Mota disse...

Kefir!!! É o quê?
Queijo também sou um perdido! E presunto? Aí em Chaves também há uns bons!
Um abraço

rui miguel duarte disse...

kefir (podes procurar na net), também conhecido por flor do iogurte, é palavra de origem turca, significa algo como "bem estar" e designa colónias de bactérias benignas que se alimentam da lactose (açúcar do leite), produzindo um coalho/ soro, que, depois de coado, se pode beber. os habitantes da região do Cáucaso cultivam-no e consomem-no, tendo em resultado baixa incidência de cancros. tem efeitos benéficos na saúde.
o sabor? define-se em função do tempo que estiver a ser trabalhado pelas bactérias, desde 24 horas a vários dias. quantos mais dias, mais ácido será o sabor. sabe a algo como iogurte natural líquido. desde que me arranjaram kefir, deixei de comprar iogurte.
Presunto… procuro evitar por motivos de cuidados com níveis de colesterol. Pena… pois por Janeiro e Fev não faltam feiras de fumeiro em Trás-os-Montes.

Lenita disse...

Olá!

Temos em comum a enorme prazer em comer bons queijos!!!
Esqueceste-te do Rabaçal. Já provaste Niza?

Catarina disse...

LOL. Vou tentar.

JOINCANTO disse...

(E eu a pensar que tinha muitas manias...) eheheheheh

edson disse...

tens aí umas manias interessantes, mas compartilho contigo a ideia do bacalhau e dos queijos!! mto bom!! Gostei de saber de ti!um abraço

Lenita disse...

Essa dos queijos...temos em comum!

noiva disse...

gosto da ideia do ponto n°1!