Ocorreu um erro neste dispositivo

domingo, março 12, 2006

Excelência na durabilidade

«Da próxima vez que você se preparar para trabalhar nalgum projecto importante (seja ele qual for), antes de seleccionar os materiais a serem usados e decidir qual será sua abordagem, tente fazer uma pausa pelo tempo suficiente que lhe permita ter uma visão de longo prazo. Pergunte-se: "Como posso fazer isto durar por séculos, ao invés de apenas décadas?"
Alguém fez uma afirmação ousada ao dizer que neste mundo apenas duas coisas vão durar para sempre: a Palavra de Deus e as pessoas. Tudo o mais eventualmente vai deteriorar-se e desaparecer. Se esta afirmação é verdadeira, se você quiser mesmo exercer um impacto que venha durar séculos, talvez seja sábio investir mais do seu tempo buscando aquilo que beneficie e melhore a vida das pessoas. Em João 15:16 Jesus disse: "...Eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça…"»
In Momentos de Integridade com Rick Boxx (ASPEC - Reflexões da semana 27 de Fevereiro)

7 comentários:

Tinoca Laroca disse...

Eu reflicto mais para o HOJE. Porque o amanhã, quem sabe o que vai ser dele?
Já projectei muito e produzi pouco.
Agora... penso mais no hoje, e, cabo ppor ser mais produtiva. Vá-se lá saber porquê.
Cada um de nós tem percursos diferentes, mas um fim (Eternidade) com apenas 2 destinos (Paraíso ou o inferno)....
Bjs.T.

rui miguel duarte disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
rui miguel duarte disse...

Obrigado pela tua reflexão e pela tua experiência. O hoje como referência é essencial, ainda que eu entenda que o amanhã deva estar presente com meta. Mesmo que ele esteja fora do nosso domínio e senhorio, mas no de Deus. É talvez necessário um equilíbrio entre a visão do amanhã, da durabilidade como meta e alvo mas sem que façam perder o bem e o mal de cada dia (como Jesus ensinou), como se a realização estivesse sempre posta e adiada para amanhã, que é, por definição, sempre amanhã e sempre adiado.
Por outro lado, há o risco do extremo oposto: uma vida centrada exclusivamente no dia de hoje, sem projectos para o futuro. Este pertence a Deus — como soi dizer-se — mas ainda assim somos de algum modo senhores dele, pelas escolhas que fazemos e pelos sonhos que temos em nós. E quando são sonhos que sabemos originários de Deus melhor!
Daí a necessidade do equilíbrio. Suponho que, ao dizeres que reflectes para o hoje, estejas a querer lembrar o que Jesus disse relativamente ao cuidado de cada dia. Poder-se-ia ainda acrescentar: não guardar para amanhã o que se pode fazer hoje. Este princípio tenho-o seguido, com intensidade muito maior depois que me rendi ao senhorio de Cristo. Antes, colocava as esperanças no tal futuro, sempre adiado. Neste sentido, comungo do teu ponto de vista.
Até breve.

JOINCANTO disse...

Sem dúvida que é "sábio investir mais do seu tempo buscando aquilo que beneficie e melhore a vida das pessoas", tendo como agente catalizador e objectivo final a Pessoa de Cristo.

Tinoca Laroca disse...

Amen! concordo... e vale a pena meditarmos... nisto.
Porque ambas as coisas são importantes...O Rui percebeu perfeitamente o ponto que pretendi comentar e reflectir.
Agradeço a Deus por aqueles que semeiam dia-a-dia algum para que pensemos um pouco e reflictamos. Isto é importante e essencial
Bjs.T.

Vilma disse...

Sem dúvida: investir em Deus e nas pessoas é sempre lucro. Porque coisas são descartáveis, mas nem Deus e nem pessoas o são!

noiva disse...

FRUTO QUE PERMANEçA, muito interessante, nao é aquilo que todos buscam? deixar uma marca positiva ao passarem por esta vida? serem recordados por varias gerações? e nao falo so de nascidos de novo; que cada um de nòs medite com profundidade neste verso!