Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, janeiro 20, 2006

LEMBRA-TE!

“Bendiz, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga o Teu Santo Nome (…) e não te esqueças de nenhum dos Seus benefícios.” Salmo 103:1-2

Neste mundo — Jesus garantiu — teríamos aflições (João 16:33). Todavia, outra garantia nos foi dada: Sua companhia e auxílio.
Uma sugestão: na luta, na provação, façamos um exercício. Esse exercício ajudar-nos-á a ver as coisas de outro ponto de vista, não de quem se sente como que dentro de uma fornalha, mas de uma perspectiva exterior, o de Deus, d’Aquele que está connosco na fornalha e dela livra incólume. O exercício é: LEMBREMOS-NOS DO QUE ELE TEM FEITO POR NÓS!
Salmo 103:1-2 apresenta esse exercício. O rei David, autor do salmo, dirige-se à sua própria alma (mente e emoções), com palavras de fé vindas do seu espírito, e ordena-lhe que renda adoração ao Senhor. E faz-lhe então a exortação: “lembra-te das bênçãos que o Senhor te tem concedido, dos escapes que tem dado às tuas tribulações”.
No momento da tensão, senta-te, pois, confortavelmente. Toma uma folha de papel e uma caneta, traça uma linha a de alto a baixo a dividi-la a meio. Ora ao Senhor, pede que te ajude a lembrar-te, conforme Salmo 103:2. De um lado, regista problemas que viveste, aflições que sentiste, feridas que sofreste, vícios que te escravizaram. Do outro, escreve o que sucedeu a essas situações. Foram resolvidas? Foste liberto delas? Foste sarado de enfermidades? Estás mais forte e persistente? Já não dizes “nunca vou sair disto!”, mas “sei que o Senhor está comigo e que com Ele atravessarei até ao fim sem um beliscão o vale da sombra da morte!”? Faz o balanço: experimentaste mudanças positivas? Podes dizê-lo, com sinceridade? Deus esteve nesses outros momentos e neles trabalhou. Ele transformou o teu carácter. Então, LEMBRA-TE, de forma que tenhas bem presente na tua mente que, se Ele esteve contigo, sempre está e estará. Para perdoar todas as tuas iniquidades e sarar todas as tuas enfermidades, para te livrar de todos os teus temores e angústias (Salmos 103:1; 34:4, 6). PROCURA LEMBRAR-TE!
Há um lugar da Bíblia em que o cuidado de Deus é expresso por uma imagem muito bela. Impressionou-me todo o coração e a alma desde a primeira vez que o li, e visitá-lo era achar refrigério e renovada esperança em momentos de necessidade. Deus dirige-se a Efraim (nome de uma das tribos de Israel, designativo do todo de Israel), Seu povo, invectivando e deplorando a infidelidade deste para com seu Senhor. Então, o Seu coração não se contém sem que lhe revele o mais entranhado do Seu afecto: “Todavia, eu ensinei Efraim a andar; tomei-o pelos seus braços, mas não conheceram que eu os curava.” (Oseias 11:3).
O amor e solicitude de Deus para com o Seu povo é, pois, comparável ao dos pais ao ajudarem os filhos nos seus primeiros passos. Tomam-nos pelas mãos, para não caírem, pois os pés dos bebés ainda não ganharam a firmeza suficiente para sustentar erecto todo o corpo. Assim fez Ele connosco, quando éramos bebés espirituais, quando pouco ou nada sabíamos. E mesmo hoje o continua a fazer, embora já saibamos andar, pois ainda estamos a crescer.
Ao contrário de Israel: CONHEÇAMOS QUE ELE NOS CUROU, QUER CURAR E ESTÁ A CURAR.

1 comentário:

JOINCANTO disse...

Mas que somos todos, algumas vezes "uns esquecidinhos", somos.
Humm!??