Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, janeiro 12, 2011

À SOMBRA DA FIGUEIRA

“«Antes de Filipe te chamar, quando estavas debaixo da figueira, já eu te tinha visto», respondeu-lhe Jesus.

Evangelho de João, 1:48


À sombra da figueira busca

a raiz do Livro da Lei

à sombra da lei da árvore de Israel

medita no lume aceso pelos cordeiros

no Templo na menorah que arde


à sombra da figueira

come a trama dos dias

e conhece de cor o aroma dos frutos


pastoreia os pensamentos tange-os

das letras para longe deste campo

passeia pelo Mar que o Senhor

fez os pais atravessarem

sem que uma gota de água

lhes molhasse os pés

e põe a mão sobre a cabeça

do último egípcio que ainda respira à tona


à sombra da figueira

faz morada no salão do palácio

onde crepita a voz e o ceptro

do Rei, o Messias que o povo espera

constrói um reino e desfaz impérios


Rui Miguel Duarte

11/01/11

Sem comentários: