Ocorreu um erro neste dispositivo

terça-feira, abril 24, 2012

NO CAMINHO

caminhámos sobre as águas
e nelas semeámos a noite
para o amor feito
para nós

confiámos a distância
ao rio depusemo-nos de tudo
na luta contra as margens
até as mãos se reconhecerem no silêncio

unimo-nos
no segredo das árvores
lá, onde os navios
rasgam o caminho

Ri Miguel Duarte

23/04/12

Sem comentários: