Ocorreu um erro neste dispositivo

quarta-feira, setembro 21, 2011

CONFISSÃO

passei sobre as árvores
fiz-me familiar 
da nudez áspera dos picos
transpus os ares de ilharga fria
mordi nos lábios 
o sangue turvado
estendi os braços e até estes
quase me abandonaram

passei pelas entranhas do pesadelo
deixando uma rasto de vento
que teimava 
em se incrustar nos pés
passei, febril, ferido 
por salteadores da noite

para ao cabo de tudo ao cabo do mar
no orvalho da espuma
te encontrar

17/09/11

Sem comentários: