Ocorreu um erro neste dispositivo

quinta-feira, março 28, 2013

LENDA DO ÉDEN


Não procures: é aqui
que as folhas caem
ao fim da tarde 
da primeira tarde
aquela em que o corpo de Adão
foi levantado do chão em que
foi mais do que um sonho
a véspera do novo dia

aqui é Adão
o corpo de Eva
caídas as folhas da tarde
soltas de papel timbrado
dos rios, os quatro rios
do Éden

não procures: é aqui
que o vento grava nas árvores
para sempre o esboço preciso
da primeira tarde
grava-o nos dedos de Deus

Rui Miguel Duarte
25/03/13

sexta-feira, março 15, 2013

O QUE SE DIZ DO SANGUE

“Aqui, do sangue, nasceu o encontro
o esplendor”
António Ramos Rosa

Do sangue nasceu o que foi dado
do céu e da terra, e nisto ambos se abriram
no enlace fatal

em que o poder foi quebrado nas mãos
molhado o rosto da penitência

foi aqui, na boca da manhã
que a justiça
reclamou o seu sangue desde a raiz
do tempo quando muitos cálices
eram derramados
mas um só havia a beber

no sangue que as mãos
rebentaram e deram ao oiro
o seu esplendor

Rui Miguel Duarte
15/03/14